3 de setembro de 2006

Usina Hidrelétrica (UHE) de Mauá da Serra [PR] tem estudos para a construção fraudulentos – portanto nulos

Com base em estudos de cientistas da Universidade Estadual de Londrina (UEL) e da Universidade de Maringá, o Ministério Público Federal entrou com uma ação civil pública contra o Instituto Ambiental do Paraná (IAP), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), União, Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Empresa de Pesquisa Energética (EPE) e CNEC Engenharia S.A. O MPF quer declarar os estudos para a construção da Usina Hidrelétrica (UHE) de Mauá da Serra como fraudulentos – portanto nulos. Leia a matéria. Parece que estamos no caminho de mais uma vitória em defesa do Ambiente e das populações que nele vivem e trabalham.

Um comentário:

Marta disse...

OLá, pessoal,


Parabéns.

Marta Bellini