12 de dezembro de 2016

O (suposto) CASO DO TRIPLEX: Depoimento de Enga. Mariuza Marques na ação contra Lula

No depoimento da Engenheira Mariuza ao juízo Sérgio Moro neste dia 12 de dezembro de 2016 ficam claras algumas coisas.

  1. diversas induções do representante do Ministério Público, dando uma, duas ou três opções para a testemunha escolher. Na verdade deveria ter feito perguntas de modo a testemunha ter a liberdade de responder em função dos fatos vividos pela mesma. Foram reiteradas vezes esse "modus operandis" da Promotoria.
  2. a Enga. Mariuza afirmou claramente numa das respostas à Promotoria que Lula e sua esposa eram potenciais compradores, tendo feito na presença de Mariuza uma única visita ao imóvel referido como Triplex do Guarujá. Posteriormente em função de diversas induções feitas pelo Promotor a Enga. Mariuza confunde-se e diz achar que Lula e esposa teriam pedido uma reforma na unidade do Guarujá pela comentário que a esposa de Lula teria feito na visita única feita ao imóvel: "- está ficando bom..."
  3. os advogados de defesa de Luis Inácio Lula fizeram diversas objeções ao modo de funcionamento das perguntas do Promotor o que provocou a intervenção do Juiz Moro indeferindo as questões da defesa de Lula e inclusive ele próprio (Juiz Moro) fazendo uma das perguntas (da Promotoria) à testemunha.
  4. o juiz Sérgio Moro alterou seu ânimo quando de sua intervenção exigindo respeito de um dos advogados de defesa de Lula à função dele no processo, ao que o advogado também exigiu respeito a ele (advogado) enquanto defensor no processo. Retrucou que o Juiz fazia ali a ação de um acusador e não de juiz. Passado esse climão a arguição retomou seu curso.
  5. um dos advogados de Lula, embora tenha feito perguntas objetivas e com margem de liberdade de respostas à testemunha, também fez uma indução numa de suas perguntas no caso de saber se um Boletim de Vistoria não havia sido assinado, quando ele deveria perguntar o que haveria sucedido após a confecção do Boletim de Vistoria.
Esta é a leitura que faço da audição do depoimento da Engenheira. Restou que nenhuma prova plausível ficou deste depoimento. E clara foi a indução do Ministério Público em suas questões e cristalina foi a irritação do Juiz Moro (que deveria ser imparcial) quando enfrenta advogados que argumentam sobre seus excessos judiciais.

Mas não creiam no que eu digo, assistam os vídeos, gastem 31min e 35s mais 20min e 42s para terem o seu juízo. Desliguem a televisão e liguem seus cérebros ou Liguem a TV em algo que não anestesie seus cérebros.

Depoimento de Mariuza Marques na ação contra Lula - parte 1

Depoimento de Mariuza Marques na ação contra Lula - parte 2

Fonte: Vídeos do Canal do Youtube NúcleoMultimídia Estadão

Nenhum comentário: